treinamento funcional

O que é treinamento funcional?

Uma nova técnica de exercícios está fazendo cada vez mais sucesso entre aqueles que desejam perder peso ou mesmo melhorar o funcionamento de seu corpo: o treinamento funcional.

Com a promessa de potencializar seu condicionamento físico e aumentar a consciência corporal, esse tipo de treinamento aposta no seu próprio corpo para fazer sua forma física melhorar consideravelmente.

Você ficou interessado nessa técnica, mas não entende muito sobre ela? Então confira esse texto. Aqui vamos te contar tudo o que você precisa saber para extrair o máximo do treinamento funcional. Confira

O que é o treinamento funcional?

O treinamento funcional é um estilo de treino muito dinâmico, porque mistura diferentes capacidades físicas em um único exercício, ou seja, usa o peso do próprio corpo para a atividade. O foco, aqui, passa a ser todos os músculos, e não apenas um único grupo, isolado.

Quando um praticamente do treinamento funcional vai para a academia, ele utiliza apenas alguns acessórios, além de seu próprio corpo para se exercitar. Por causa disso, as atividades podem ser um pouco mais complexas, já que vão requerer um nível grande de consciência corporal.

Para que serve?

O treinamento funcional tem diferentes funções. Ele trabalha a força muscular, a flexibilidade, o sistema cardiorrespiratório, a coordenação motora e o equilíbrio.

Além disso, durante o treinamento, você faz exercícios lentos, para que a pessoa tome consciência dos movimentos feitos, e atividades mais rápidas e bruscas, fazendo com que o praticante recorra a respostas inconscientes ou seus próprios reflexos.

Benefícios do treinamento funcional

O treinamento funcional traz uma série de benefícios ao corpo, como a tonificação muscular, um maior gasto energético, melhoria da postura, ameniza as dores nas costas, trabalha o corpo todo de uma única vez, trabalho cardiorrespiratório, equilíbrio, coordenação motora e flexibilidade.

O que é preciso para começar o treinamento funcional?

Conforme comentamos, alguns exercícios do treinamento funcional requerem apenas o peso do próprio corpo, somado ao equilíbrio. Já para outros, é necessário utilizar alguns acessórios, como a bola suíça, o cinto de tração, a medicine ball, o bosu, o mini trampolim e a theraband, dentre outros.

O treinamento funcional emagrece?

Uma pergunta frequente envolvendo o treinamento funcional é se ele, de fato, emagrece. A resposta aqui é sim.

Isso é possível porque, além do trabalho muscular, nesse treino há a parte aeróbica, que pode englobar circuitos, onde a pessoa corre, pula, salta obstáculos e desvia de cones. Esse esforço pode queimar entre 800 a 900 calorias.

Para que você tenha um bom efeito com esse treinamento, o ideal é que as aulas sejam três vezes por semana, mas aqui você pode escolher seu ritmo, para não sobrecarregar seu corpo, e avaliando também quais são seus objetivos.

Quem não pode fazer o treinamento funcional?

Por ser uma atividade que pode exigir bastante do corpo, para algumas pessoas, esse treinamento não é recomendável. Por exemplo, aqueles que estão sedentários.

Para esses, o mais recomendável é praticar atividades mais simples, como a musculação, antes de partir para o treinamento funcional. Por outro lado, aqueles que sempre praticaram exercícios ao longo da vida podem se adaptar muito bem à rotina de treinos.

Leia mais no blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *